sábado, 26 de fevereiro de 2011

Sei Que Sei - Playmobille

Sei que o teu silêncio é momento
Rega o centro
Mata o tempo
E só quem toca é o contratempo...

Sei que a sinfonia, cotovia
Gato mia
Sem sentido
O marido chegar tarde

Sei que tem Belém
Com mais de cem
Ficando zen
E ser refém de uma fumaça
Que desgraça

Sei que há sinuca
Prostituta na labuta
Má conduta
Causa puta em desvantagem

Sei que o amor é belo
Severino nunca eterno
Acostumado, abstrato
Amarelo, quase belo


Sei que o andarilho engraçado
Trocadalho do carilho
Encontra a vaca na massagem

Sei que sua raiva
Troca tapa
Arrebata
Quase mata
Quando espera a carruagem

Sei que a sua vida
Está ferida
Aborrecida
Não tem primas
Sustentando sua coragem

Sei que o teu desgosto
É não ter rosto
E viajar conosco
Sei que o teu desgosto
É ser encosto
Como você já é