sexta-feira, 20 de julho de 2012

The Dream

Whisper in the yard and turn the trees all into toys
Lay there on the ground, and turn the dirt into your joy
From what I see and what I know, it's all been boring lately
So I suggest we trade a question mark in for a maybe
Time your riddles right, and make a point that has no sense
Make sure that you're smiling, and the money's been well spent
Innocence and ignorance, it all goes hand in hand
I'm not sure that I'm right, but I hope you'll understand
I hope that you're still searching for the start that has no end
And all the plastic people have now become your friends
Before you start to drift and your soul begins to strain
I just wanted to tell you that you're listening to a dream
 
SHINEDOWN

sexta-feira, 13 de julho de 2012

"Até quando estamos dispostos a aceitar uma realidade que nos machuca? Até quando estamos dispostos a aceitar a solidão e a angústia que sufoca o nosso coração? Ampliar os horizontes e procurar investir em uma solução interessantemente favorável poderá resultar em pontos positivos nesse jogo um tanto delicado. Remendos já não satisfazem! Curativos não são mais úteis! Precisa-se da cura urgentemente, e sabe por quê? Porque de qualquer forma precisaremos, em algum momento, nos relacionar, seja socialmente ou através da formulação de amizades ou, até mesmo, amorosamente. Então, evitar essa aproximação e alimentar essa ideia de “auto-suficiência” é o ápice da insensatez. Costumamos, às vezes, complicar um pouquinho a nossa vida. A solidão tem a sua grafia até bonita, mas a sua atuação é cruel. Ela poderá destruir a esperança, se o ambiente em que ela está inserida, a deixar plantar a sua perpetuação. Por isso, a palavra-chave é REAGIR. Colocar um ponto, uma pedra, um caminhão ou até mesmo um elefante em cima do problema, visando a sua solução viável, já é um grande passo. Então, mexa-se! Comodismo não nos leva a nada."

Julyane Souza

segunda-feira, 2 de julho de 2012

Desejos

Desejo a você 
Fruto do mato 
Cheiro de jardim 
Namoro no portão 
Domingo sem chuva 
Segunda sem mau humor 
Sábado com seu amor 
Filme do Carlitos 
Chope com amigos 
Crônica de Rubem Braga 
Viver sem inimigos 
Filme antigo na TV 
Ter uma pessoa especial 
E que ela goste de você 
Música de Tom com letra de Chico 
Frango caipira em pensão do interior 
Ouvir uma palavra amável 
Ter uma surpresa agradável 
Ver a Banda passar 
Noite de lua Cheia 
Rever uma velha amizade 
Ter fé em Deus 
Não Ter que ouvir a palavra não 
Nem nunca, nem jamais e adeus. 
Rir como criança 
Ouvir canto de passarinho 
Sarar de resfriado 
Escrever um poema de Amor 
Que nunca será rasgado 
Formar um par ideal 
Tomar banho de cachoeira 
Pegar um bronzeado legal 
Aprender um nova canção 
Esperar alguém na estação 
Queijo com goiabada 
Pôr-do-Sol na roça 
Uma festa 
Um violão 
Uma seresta 
Recordar um amor antigo 
Ter um ombro sempre amigo 
Bater palmas de alegria 
Uma tarde amena 
Calçar um velho chinelo 
Sentar numa velha poltrona 
Tocar violão para alguém 
Ouvir a chuva no telhado 
Vinho branco Bolero de Ravel 
E muito carinho meu.

Carlos Drummond de Andrade