domingo, 22 de junho de 2014

Difícil entender como essas coisas do coração funcionam. Num dia tá tudo uma maravilha e no outro, a pessoa nem te dá notícias.
A gente se acostuma com um jeito de ser da pessoa e no outro dia, ela acorda diferente.
Difícil conhecer alguém por inteiro em tão pouco tempo de convívio, mas, mesmo com esse pouco tempo, a gente acaba se encantando e gostando.
Como gostar de alguém que nunca vimos? Como se sentir um bobo, só em ouvir a voz da pessoa?

                                                                 
                                                                (...)


Quando não temos um histórico muito bom de relacionamentos, é sempre mais complicado se abrir para que novas pessoas cheguem. Eu sei, eu sei, cada pessoa nova que chega, não quer dizer que vá ser igual ao que houve no relacionamento anterior. Mas, vai dizer isso pro meu coração... É difícil se abrir por inteiro pra alguém de novo. E quando a gente acha que chega o momento, sempre tem algo que nos deixa com pé atrás.



                                                                (...)


Quando a gente consegue encontrar alguém que nos cause metade do que já sentimos antes, nos leva ao êxtase, com sorrisos, pensamentos, frio na barriga (tanto de medo, quando de ansiedade). Posso estar falando bobagem, mas é assim que ela me faz sentir. Essa semana foi complicada, foi como se eu percebesse que ela não se importa tanto assim, como eu achava que ela se importava. Não respondia sms, nem WhatsApp (Tecnologias não param de avançar), Facebook, não atendia ligações.. Nada, não tinha notícias nenhuma. E, quando eu me conformava que não era nada do que eu tava pensando, que eu tava novamente caindo do cavalo, que não teria sorte em mais um possível relacionamento... Ela aparece.

Ela aparece e manda msg no Facebook, no Whats, liga. E me faz sentir bobo de novo.
Incrível como as coisas são. Eu definitivamente não sei! Ela comigo é toda doce, carinhosa, sincera (?), romântica e temos planos. Se for pra ser, que seja leve.